22.12.07

das vezes

ás vezes eu te acho legal. mas às vezes não. às vezes eu fico com saudades. às vezes muitas. às vezes eu me pergunto "saudades de q, exatamente, caspita!?". às vezes não.
às vezes eu acho q vc liga. às vezes não. às vezes eu ligo. às vezes não.
às vezes eu acho que eu devia te contar. às vezes não. às vezes eu acho q eu devia te escrever. às vezes não. às vezes eu acho que vc vem aqui, às vezes. às vezes não. às vezes eu escrevo e não mando. mas às vezes eu posto. às vezes eu acho que devia mandar msg. aí eu mando. eita.
às vezes eu te acho um bocó. às vezes, não. ai eu penso um pouco mais e te acho um goiaba. às vezes não. às vezes acho que a bocó sou eu.
às vezes eu acho tudo isso uma chatisse. às vezes eu lembro só das partes boas. às vezes não. às vezes eu lembro de todas as partes. às vezes eu lembro das ruins. às vezes eu lembro das que nem contam. às vezes não. às vezes lembro das genéricas, às vezes das neutras. às vezes não. pq estas são as piores.
às vezes eu acho q passou. às vezes não. mas isso é cada vez menos. às vezes eu acho q tchau e benção, vai com deus. às vezes não. às vezes podia ficar mais um pouquinho. às vezes vc podia ser meu amigo. às vezes não.
às vezes eu não quero mais nada com isso. mas, pior, às vezes não.

Um comentário:

maneco disse...

Profundo, triste, nostálgico e lindo...