16.4.08

do portuguese

people, olha, se tem uma coisa q eu sou against, sorry, é achar que expressões em inglês dão um toque cool e mais expressivo aos textos. já vi cada barbaridade por ai que, oh god!, save me!! fica tão funny, né, people? super descolex.
isso sempre me incomodou - pq eu sou chata mesmo, I know. eu gosto é de trema, neologismo inteligente e frases bem construídas. crase na hora certa, então, ui, até arrepia! não posso nem pensar nessa reforma bi-zar-ra que vem por aí. nunca vou ficar "tranquila" de falar "linguiça"...
mas, well, anyway, voltando ao assunto: eu, chatona de tudo, fico pissed off com isso! português tem tanta palavra, tanto termo apropriado e as pessoas agora têm jobs com briefings, dead lines, time sheets, dão reply, esquecem o subject, vão pro coffee break e fazem brainstorms. o mais absurdo que li recentemente foi alguém q queria settle down e commit com o seu love. e, o pior, pra mim, é que continuando a ler o site tinha erros horríveis de português. coisas tipo "piriquito".
ah! tem tb o release do filme, o book que chegou, as news do site. você tá vendo, né, todas palavras im-pres-cin-dí-veis de serem ditas em outra língua. "news é outra coisa, não é notícia exatamente, né??" ai. o top top que já chegou diretamente a mim foi o belo email, guardado para a posteridade, just for the records, que dizia que "loja q é loja faz sale" e q os coelhinhos tão cutes que eu tinha desenhado pra promoção e chamado de dentuço, peludo e bigodudo, seriam "easter bunny", "super booster" e "mr. rabbit". ai, super brochei. for real.
e tem gente que vem me convencer que precisam dizer coisas em inglês, pq o português não tem tal palavra. "como que eu vou dizer insight?? não tem!!" (dica: try epifania).

.

eu fico bege com estas coisas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse ficou o must.

i n u t i l e z a s disse...

thanks!