19.5.07

dos horários

tá cinza lá fora, barulho de chuva e cara de que finalmente chegou o inverno. pelo menos por hoje. se eu acordasse ia ser legal. eu ia fazer um monte de coisa. mas seu eu ficasse aqui ia ser ótimo também. eu ia dormir até acordar. fazer coisas. dormir. fazeeerr.. coiisssaaass... x... dooo..rr..miiizzzzzzzzzzzzzz

eu quero o melhor dos dois mundos. então eu acordo depois de dormir. e vou fazer as coisas. o espaço. o tempo. o universo. todos eles se movem na minha escala para algumas horas depois. mas, pra mim, ah-ha!, ainda é antes. vê se eu ligo.

então o plano é tomar café da manhã. tem arroz com frango. e eu vou tomar banho cedinho também. eu disfarço e nem olho para o relógio que, bobão, diz que é 14:30. mentira. é nada. é cedinho! tanto que, ó, eu tô com sono ainda. cara amassada e tudo.

de toalha tá tão confortável. então eu vou ouvir só esta música. a próxima é legal? então eu ouço também. até as legais acabarem e eu tiver pensado em que roupa eu vou colocar. não posso demorar. tenho hora marcada para fazer coisas daqui a pouquinho. em duas horas.

o dia mal começou. eu tenho ele todo pela frente. até ele acabar. na hora que eu quiser. na hora que eu já tiver feito tudo o que eu quiser. na velocidade que eu quiser. no ritmo que eu quiser. mesmo na hora que eu não tiver feito nada do que eu queria ter feito.

porque hoje é sábado. e eu só faço quando eu quiser.

Um comentário:

Stephen disse...

Oh how I wish I could read your language. I've no idea what you are saying but it comes across as sexy :)